Notícias

Tudo o que você precisa saber sobre EAD

Se você é uma dessas pessoas que ainda têm dúvidas sobre a credibilidade dos cursos de educação a distância, é hora de rever seus conceitos.

Saiba que muitos dos mitos sobre EAD vêm sendo desmistificados ao longo dos últimos anos, à medida que a procura por qualificação profissional na modalidade no Brasil não para de crescer.

Motivos não faltam para você se somar a eles. Quer saber quais são? Confira a lista que preparamos com 7 mitos e verdades sobre EAD!

1. Profissionais formados em cursos EAD são menos valorizados

MITO! Por vários motivos, os profissionais formados em EAD são tão capazes de se destacar no mercado quanto os que optam pelos cursos presenciais.

Além do diploma adquirido por meio da modalidade não fazer qualquer distinção e ter o mesmo valor do presencial, quem opta pelas aulas a distância possui um perfil muito valorizado e procurado pelas empresas.

E não é à toa, já que os cursos de EAD exigem que os estudantes tenham maior autonomia, capacidade de organização e comprometimento com prazos. Competências fundamentais para quem deseja ser bem-sucedido na carreira.

2. Cursos a distância são mais flexíveis

VERDADE! Esta é uma das maiores vantagens dos cursos de EAD. Tanto para quem mora em localidades onde não existem universidades e instituições profissionalizantes quanto para quem trabalha ou possui compromissos que impossibilitam frequentar um curso presencial.

Com a flexibilidade oferecida pela modalidade, você define os horários e pode estudar em qualquer lugar, desde que tenha um computador e acesso à internet banda larga.

O que também tem ajudado pessoas com deficiência a se qualificarem, uma vez que muitas instituições tradicionais ainda não possuem estrutura e prédios adaptados para elas.

3. EAD não funciona para cursos práticos

MITO! Apesar de muitos terem um perfil mais teórico, a oferta de cursos técnicos e graduações mais voltadas para a prática também é realidade no ensino a distância. A diferença é que oferecem uma carga horária maior de aulas e atividades nos polos de apoio presencial.

Cursos como Engenharia e Enfermagem, por exemplo, precisam disponibilizar laboratórios e instalações apropriadas para disciplinas específicas e aprendizado das habilidades práticas.

4. Os valores são mais acessíveis

VERDADE! E a diferença pode representar uma economia de até 60% na comparação com o ensino presencial.

Isso acontece porque os gastos com infraestrutura são muito menores. O que permite maiores investimentos na qualificação dos cursos e contratação de professores, e, ainda assim, oferecer mensalidades mais acessíveis.

Outra vantagem é que o material didático é disponibilizado gratuitamente nas plataformas online. Isso sem falar que o estudante economiza ainda em transporte e alimentação.

5. Não existe interação social

MITO! Os ambientes de aprendizagem são capazes de propiciar experiências de interação tão enriquecedoras quanto as vivenciadas em sala de aula.

Isso se deve às diversas ferramentas de interação como chats e fóruns de discussão, que tornam frequentes a interação com professores e outros estudantes, com a vantagem de ter essas conversas sempre gravadas para futuros acessos.

Além disso, cursos de EAD oferecem o auxílio de tutores, para ajudar os alunos em suas dúvidas mediante essas ferramentas e nos polos presenciais.

6. Possui a mesma estrutura curricular do ensino presencial

VERDADE! Os cursos a distância também seguem as normas estabelecidas pelo Ministério da Educação, logo, a estrutura curricular e a carga horária precisam ser as mesmas do ensino presencial.

Por isso, não é possível concluir o curso em menos tempo e nem a dificuldade é menor, como muitos imaginam.

7. A qualidade do ensino é menor

MITO! Para oferecer ensino a distância, uma instituição precisa seguir diversos padrões estabelecidos pelo MEC, que autoriza e reconhece cursos, além de promover avaliações para medir a qualidade deles. Ou seja, a qualidade do curso não é menor por ele ser a distância.

O que você deve levar em conta na hora de escolher é a qualificação do quadro de professores, credibilidade e desempenho da instituição nas avaliações do MEC.

Após ver esses mitos e verdades você pode estar pensando…

Afinal, o diploma EAD também tem validade?

Nos últimos anos, a oferta de cursos a distância cresceu bastante, bem como o número de profissionais interessados em ampliar seus conhecimentos utilizando essa modalidade de ensino. Contudo, ainda há muitas pessoas receosas acerca da validade de um diploma EAD.

Tal cautela quase sempre está relacionada ao medo do diploma EAD não receber o devido reconhecimento, de não permitir que façamos as mesmas coisas que faríamos com um diploma presencial.

Pensando nisso, dedicamos o artigo de hoje para responder a pergunta: o diploma EAD também tem validade? Leia com atenção e tire suas dúvidas!

O diploma EAD é reconhecido legalmente

Por reconhecimento legal, entende-se a existência de uma lei que obrigue a aceitação da validade do diploma. No Brasil, existe um decreto que reconhece a validade dos diplomas e certificados EAD em todo território nacional.

Seu texto integral pode ser consultado no site do Palácio do Planalto, bastando usar a barra de rolagem até o artigo 5º — indicado pela abreviação “Art. 5” — para encontrar esta informação.

Vale ressaltar que não há discriminação entre cursos profissionalizantes, técnicos, de graduação ou de pós-graduação, todos eles são perfeitamente válidos.

O diploma EAD é reconhecido pelo Ministério da Educação

O Ministério da Educação (MEC) é responsável por autorizar o funcionamento das instituições de ensino no Brasil, principalmente universidades e escolas técnicas. Assim sendo, caso alguém tenha o interesse em criar um curso técnico ou de graduação, por exemplo, terá de solicitar seu credenciamento junto ao MEC.

Nesse sentido, precisamos desfazer uma confusão muito comum: o critério determinante para a concessão de uma autorização para funcionamento do curso em nada tem a ver com a modalidade de ensino.

Na verdade, o que o MEC analisa a respeito dos cursos é se eles têm capacidade de fornecer o nível de conhecimento ao qual se propõem. O que interessa é a qualidade do curso, independentemente de ser presencial ou EAD.

Antes de se matricular, lembre-se de que é importante verificar se o curso que você está interessado é reconhecido pelo Ministério da Educação, conferindo a situação do curso e da instituição de ensino.

O diploma EAD é válido no mercado de trabalho

Os empregadores não têm dificuldades para contratar um profissional formado por meio de um curso a distância. Isso porque tanto o diploma presencial como o diploma EAD têm o reconhecimento legal e são absolutamente iguais. Logo, o que vale mesmo na hora de contratar é o conhecimento que o profissional demonstra.

Contudo, aqui vale um pequeno acréscimo: existe uma tendência, já difundida no exterior e que aos poucos chega ao mercado brasileiro, dos empregadores preferirem os profissionais com certificado EAD, sempre que houver um empate entre candidatos. Tal fato se deve as habilidades desenvolvidas no decorrer do estudo a distância como a disciplina, autoaprendizagem e organização.

O diploma EAD em comparação ao diploma presencial

Não importa se o curso é profissionalizante, técnico, graduação, pós-graduação ou outro, o diploma EAD é igual ao diploma presencial. O próprio MEC não estabelece diferenças entre os diplomas quando emite um certificado ou avalia instituições de ensino.

O mesmo vale para concursos públicos, a pontuação adquirida é exatamente a igual, seja o curso presencial ou a distância. Logo, você pode ficar tranquilo caso escolha continuar seus estudos em um curso a distância.

Agora que você já sabe tudo sobre EAD, que tal encontrar um curso que atenda as suas expectativas? Entre em contato conosco! Com o auxílio da nossa assessoria pedagógica, você vai encontrar o curso mais adequado ao seu perfil e objetivos.

Mais notícias

Dez cursos técnicos para estudar de casa
Mais de 100 cursos online da FAESDE para fazer durante a quarentena
7 motivos para fazer um curso a distância em 2020
Está à procura de um emprego? A solução pode ser um curso técnico!

Receba os nossos informativos

Fique por dentro das novidades na Faesde e receba dicas exclusivas para o mercado de trabalho.