Notícias

Qual a diferença entre um curso de extensão e uma pós-graduação?

O mercado de trabalho está cada vez mais exigente quanto ao nível de contratação de funcionários. Entre curso de extensão e pós-graduação, a única certeza que as pessoas têm é que fica à frente quem se capacita e procura ampliar seus conhecimentos para ter um currículo que impressione os recrutadores.

Para chegar nesse objetivo, é muito importante saber em qual curso se inscrever e, além, o que cada uma dessas duas vertentes podem oferecer. Com o objetivo de te ajudar a escolher, nós preparamos esse post explicando as principais diferenças entre elas. Quer saber? Confira abaixo!

O que é curso de pós-graduação?

Os cursos de pós-graduação dão formação acadêmica e profissional às pessoas que já tenham uma graduação e que queiram se especializar em uma determinada área. Possuem carga horária de, no mínimo, 360 horas, segundo o MEC.

São divididos em lato sensu (em sentido amplo) e stricto sensu (em sentido estrito). O lato sensu diz respeito às especializações, como por exemplo o MBA, e costuma durar entre 1 a 2 anos. Já o stricto sensu tem um direcionamento para áreas científicas e acadêmicas ligadas às pesquisas. O stricto pode ser subdividido em Mestrado, com duração média de 2 anos, e Doutorado, com 4.

As vantagens de se fazer um curso de pós-graduação são:

  • Maior reconhecimento profissional;
  • Possibilidade de obter salários melhores;
  • Credibilidade na área escolhida;
  • Salto na carreira;
  • Dominar determinado assunto;
  • Valorização pessoal.

O que é curso de extensão?

Os cursos de extensão complementam o conhecimento em uma determinada área. Ao contrário da pós-graduação, não exigem que o aluno possua formação e está disponível para qualquer pessoa que esteja cursando uma graduação. São cursos que atualizam o estudante para que ele acompanhe as tendências de mercado.

Tornam-se uma forma de interação entre a universidade e a comunidade na qual ela está inserida, além de ser uma ponte entre o ensino acadêmico e os diversos setores da sociedade. São uma maneira de socialização e democratização do conhecimento.

A carga horária mínima de um curso de extensão é de 30 horas – não computando o tempo com estudo individual, grupo sem assistência de professores ou atividades extraclasse – e podem ser um norte para escolher qual pós-graduação fazer.

Dentre as principais vantagens de se fazer um curso de extensão estão:

  • O aumento do conhecimento numa determinada área;
  • A ampliação de networking;
  • As horas complementares para quem está cursando a faculdade;
  • O aumento da qualificação;
  • O aumento das habilidades específicas numa área profissional; e
  • O enriquecimento do currículo.

O que levar em conta na escolha de uma pós-graduação ou um curso de extensão?

Ambas as opções têm suas vantagens, mas o que deve ser levado em conta é a trajetória que a pessoa pretende fazer. A partir da carreira traçada é que dá para ter uma noção do que almeja para si.

Os cursos de especialização trarão um know-how importante para o estudante e farão com que as oportunidades de crescimento profissional surjam. Os cursos de extensão são ótimos em qualquer momento e boa parte deles é gratuita, aliando ganho de conhecimento e economia.

O conhecimento sempre é importante e ampliá-lo é benéfico. Estagnar-se numa profissão ou empresa que não te valoriza é a pior coisa. O ideal é sempre progredir no campo intelectual para alcançar novos patamares.

Agora que as diferenças entre pós-graduação e curso de extensão foram explicadas, te convidamos para seguir nossos perfis no Facebook e Google+ para acompanhar as novidades do blog!

Mais notícias

Dez cursos técnicos para estudar de casa
Mais de 100 cursos online da FAESDE para fazer durante a quarentena
Tudo o que você precisa saber sobre EAD
7 motivos para fazer um curso a distância em 2020

Receba os nossos informativos

Fique por dentro das novidades na Faesde e receba dicas exclusivas para o mercado de trabalho.